Secretaria de Saúde promove ações de bloqueio contra arboviroses

Trabalho busca evitar circulação do vírus no município
PMT
I018266.jpg
Combate a Arboviroses

A Secretaria de Saúde de Timóteo, por meio da Gerência de Saúde Coletiva, tem intensificado as ações de combate às arboviroses em um trabalho integrado com a participação do Comitê Interinstitucional de Enfrentamento às Arboviroses e de todas as secretarias municipais. Devido ao número considerado alto do LIRAa (Levantamento do Índice Rápido do Aedes aegypti), de 6,5% apurado em janeiro deste ano,  a Prefeitura realizou mutirões nos bairros com maior infestação e tem atuado com ações de bloqueio.

“O município está em estado de alerta e não tem medido esforços para o enfrentamento ao Aedes  aegypti. Trabalhamos para evitar a circulação do vírus na cidade”, explica o biólogo Max Valgas, referência técnica em arboviroses do setor de Epidemiologia. De acordo com ele, apesar do índice alto o número de notificações está num nível tolerável. 

O biólogo esclarece que o município tem agido para combater à propagação do vírus, tendo realizado 57 ações de bloqueio. “Assim que a Unidade Básica de Saúde notifica a suspeita de casos de arbovirose (dengue, zika vírus ou chikungunya) a partir da análise clínica e epidemiológica, a Secretaria de Saúde promove a ação de bloqueio, que é extremamente eficaz”, argumenta. Conforme o último levantamento da Secretaria de Saúde, até agora, foram registradas 51 notificações de dengue, 4 de chikungunya e 1 de zika vírus.

Para Max Valgas, neste momento de alerta, é necessária a participação ativa da comunidade contribuindo na eliminação e na fiscalização dos focos. Cada cidadão deve fazer uma vistoria diária em suas residências que demora, no máximo dez minutos, para eliminar os focos do mosquito. A maioria dos focos encontrados foi dentro dos domicílios.  


 

Fonte : PMT

Compartilhe: