Alô, Alô Escola Joaquim Ferreira de Souza

Projeto Sussurrofone é implantado na escola e aprovado pelos pais
PMT
G013231.jpg
Projeto Sussurofone

A Escola Municipal Joaquim Ferreira de Souza implantou o Projeto Sussurrofone, que visa auxiliar na alfabetização e letramento dos alunos dos anos iniciais. Desenvolvido pela professora Marilene Soares Ferreira de Paula, o projeto piloto iniciou em duas turmas do 1º e 3º anos da educação fundamental, abrangendo 50 alunos. A aula inaugural foi realizada no dia 12 de março.

O sussurrofone é um aparelho semelhante ao telefone fixo, construído com tubo de PVC, utilizando-se 8 cm de tubo e dois joelhos. “O uso do sussurrofone na aula é muito legal.  A gente fala a palavra, escuta o eco e percebe se errou. E a gente mesmo pode consertar a fala”, explica o aluno Nicholas Moraes dos Santos, do 3º ano.  A sua colega Maria Vitória Santos Melo também aprovou a iniciativa, frisando que o método beneficia principalmente aqueles alunos com dificuldade na leitura. Os pais dos alunos conheceram o projeto e vivenciaram o uso do aparelho, aprovando seu emprego nas aulas de português. 

A professora Marilene Soares faz questão de citar que o desejo de usar o novo instrumento pedagógico nasceu a partir da exibição de uma reportagem com a autora do aparelho sussurrofone, a professora Luciene Castro. Este ano, a autora participou do Seminário de Abertura do Ano Letivo de Timóteo, realizado pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura no mês de fevereiro. A apresentação da metodologia inovadora e de baixo custo estimulou Marilene Soares a tornar realidade essa ideia.

A professora pôs a mão na massa e confeccionou com carinho e zelo os aparelhos. “É um método de sucesso comprovado, mais dinâmico e que auxilia a aprendizagem dos alunos em relação à leitura e escrita”, relata a educadora. 

O diretor da escola Leonardo Silva de Carvalho comenta que muitos pais têm buscado orientação para construir o sussurrofone para uso em casa.  Para o diretor, a iniciativa é exemplo do comprometimento dos educadores com o ensino de qualidade. O Projeto Sussurrofone recebeu o apoio da pedagoga Leslie Nuccia Duarte Machado.

Origem 

O sussurrofone foi implantado no Brasil em 2016 pela timotense Luciene Castro Gomes, sendo usado para o desenvolvimento da pronúncia das palavras e a fluência do texto. O instrumento pedagógico foi criado a partir de pesquisas sobre o equipamento similar norte-americano denominado de Whisper Phone, que existe há mais de 100 anos.  Residindo atualmente em Belo Horizonte, a autora do sussurrofone foi estudante do IMETT e trabalhou como professora de inglês na rede pública.


 

Fonte : PMT

Compartilhe:

Galeria de Imagem