Atuação da Copasa no bairro Primavera é alvo de questionamentos durante programa Conversa com o Prefeito

Programa tem como finalidade ouvir os anseios, esclarecer dúvidas e questões que muitas vezes não são do conhecimento da comunidade
PMT
I020629.jpg
Conversa com o Prefeito _ Primavera

A atual gestão da Prefeitura de Timóteo realizou mais uma edição, a nona, do programa “Conversa com o Prefeito”, iniciativa que oportuniza aos moradores discutir diretamente com os secretários municipais, o vice-prefeito José Vespasiano Cassemiro, o Professor Vespa e o prefeito Douglas Willkys para as demandas, sugestões, reclamações e ações para os bairros da cidade. O Conversa com o Prefeito foi realizado na noite de quinta-feira no Centro Comunitário do bairro Primavera e recebeu um público expressivo.

A exemplo das edições anteriores, a abertura do encontro foi feita pelo secretário de Planejamento, Urbanismo e Meio Ambiente, Fabrício Araújo, que reiterou a proposta da iniciativa que é “ouvir os anseios, esclarecer dúvidas e questões que muitas vezes não são do conhecimento dos moradores”. Ele também descreveu o percurso que o município enfrenta para captar recursos e investir em obras e serviços na cidade.

Entre as várias demandas apresentadas estavam questões relacionadas a correção de ruas, a construção de praças e de uma creche, ampliação da Estratégia Saúde da Família (ESF), além de dúvidas sobre funcionamento do Tratamento Fora do Domicílio (TFD), recolhimento de entulho e melhoria da área de lazer do Centro Social Urbano do bairro.

Entretanto, o que gerou discussões mais acaloradas durante o encontro no bairro Primavera foi em relação a atuação da Copasa no Município. A prestação de serviço de manutenção de redes, a demora na reparação de ruas abertas por causa das intervenções que deixa o calçamento irregular; além da cobraça pelo tratamento do esgoto que não é efetivamente feito em toda a cidade estavam entre as principais reclamações contra a concessionária do serviço público.

Na oportunidade o prefeito Douglas Willkys, bem como o vice-prefeito Professor Vespa e o procurador-geral do Município, Humberto Abreu, explicaram aos moradores as diversas medidas adotadas na atual gestão, tendo inclusive protocolado uma ação na Justiça da comarca contra a concessionária. “Vamos continuar cobrando e exigindo que a empresa faça mais investimentos e melhore a prestação de serviços no nosso município”, reiterou Douglas Willkys.

Fonte : PMT

Compartilhe:

Galeria de Imagem

VEJA TODOS COMENTÁRIOS


ATENÇÃO: Este comentário será moderado, podendo ser aprovado ou não. Evite palavras que possam comprometer sua imagem.