Prefeitura de Timóteo homologa contrato de gestão compartilhada da UPA 24 horas

Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus venceu chamamento público nº 002/2019 e já deu início à fase de transição
PMT
I021928.jpg
UPA HMTJ

Esta quinta-feira, 19 de dezembro, marca uma data histórica para o Município de Timóteo: foi homologado e assinado nesse dia o termo de parceria contrato de gestão nº PG 338/20190 – Processo Administrativo nº 283/2019 - da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas, localizada no bairro Primavera. A gestão compartilhada da UPA de Timóteo será feita pelo Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus (HMTJ), vencedora do chamamento público nº 002/2019.

Lançada em março de 2014, a obra da UPA tinha previsão de ser entregue à população timotense em agosto de 2015. As sucessivas trocas de prefeito por problemas diversos, no entanto, mergulhou o município numa instabilidade política e administrativa atrasando o cronograma da obra. Ao assumir o Município, a atual gestão estabeleceu como prioridade finalizar e colocar a unidade para funcionar, o que efetivamente está sendo feito em 17 meses de mandato.  

Uma equipe do HMTJ chegou ao município nesta quinta-feira para dar início à transição. No total o HMTJ possui 3,5 mil colaboradores. A instituição tem tradição e expertise na área médica e hospitalar, pois além do hospital e maternidade localizados em Juiz de Fora administra a UPA Norte da cidade de Betim; a UPA de Nova Serrana (MG); um Hospital de Clínicas em São José dos Campos, em São Paulo; e convênios com saúde indígena por meio dos Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI) em Brasília, no Pará, em Rondônia e Acre.  

O nome é uma homenagem ao primeiro bebê nascido na instituição em 1927. O hospital foi fundado em 1926 em Juiz de Fora como entidade filantrópica. O Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus é um hospital 100% SUS, de ensino e filantrópico. É nacionalmente reconhecido pela qualidade de seus processos, resultados e segurança da assistência com acreditação em Excelência desde 2017, nível máximo (III) de certificação pela Organização Nacional de Acreditação (ONA).

“Estamos em busca da multiplicação do nosso modelo de gestão e vir para Timóteo vai ao encontro do nosso objetivo. Será um desafio para a nossa instituição, mas tenho a absoluta certeza de que os resultados poderão ser constatados em breve”, disse Gustavo Campos, diretor médico do HMTJ.

O gerente de Controladoria do HMTJ, Vinícius Queiroz, destacou que uma das preocupações da instituição está relacionada às boas práticas hospitalares. A instituição possui um Grupo de Trabalho Humanizado que desenvolve diversos projetos e ações de apoio à comunidade hospitalar. 
 

Fonte : PMT

Compartilhe:

Galeria de Imagem

VEJA TODOS COMENTÁRIOS


ATENÇÃO: Este comentário será moderado, podendo ser aprovado ou não. Evite palavras que possam comprometer sua imagem.