16/11/2017 - 11h22
Comitê Interinstitucional movimenta diversos setores no combate às arboviroses
Objetivo é intensificar ações para prevenir aumento no número de casos de Chikungunya, Dengue e Zica e Febre Amarela.


PMT
I011742.jpg
Comitê Interinstitucional.

A primeira reunião do Comitê Interinstitucional de Enfrentamento às Arboviroses (CIEA) de Timóteo acontecerá na terça-feira (21/11), às 9 horas, no quarto andar da Secretaria Municipal de Saúde de Timóteo, Praça 29 de Abril. Um dos principais objetivos do Comitê é manter e intensificar um Conjunto Integrado e Coordenado de Ações para o Enfrentamento da Dengue, Chikungunya, Zica e Febre Amarela.

A estratégia de combate às endemias em Timóteo tornou-se uma referência para outros municípios, segundo a própria Superintendência Regional de Saúde (SRS). Enquanto municípios da Região Leste enfrentam milhares de casos dessas doenças, apenas 212 ocorrências de Chikungunya, 06 de Zica e 106 de Dengue foram confirmadas no município. Timóteo também foi o muncípio que alcançou a maior cobertura vacinal contra a Febre Amarela no início do ano.

 

Bloqueio e Impacto

Segundo o secretário municipal de Saúde, César Luz, as chamadas Ações de Bloqueio e Controle nos bairros afetados e nos Pontos Estratégicos têm sido fundamentais para esse êxito. No entanto, explica, com a chegada das chuvas e o forte calor, Timóteo precisa estar em alerta máximo contra as arboviroses.

"O espaço interinstitucional do Comitê permite avaliar as ações já realizadas e convidar novos agentes para compor o esforço de prevenir essas doenças. Devemos lembrar que, principalmente, a Chikungunya tem um impacto econômico e social grave, com trabalhadores afastados por meses seguidos das atividades produtivas."

São atribuições do comitê a proposição de mecanismos que viabilizem as ações de combate e o desenvolvimento de atividades educativas entre outras.

Formado por representantes dos diversos setores da Prefeitura , Câmara Municipal, Rotary Clube, Aperam, Emalto e Corpo de Bombeiros, o grupo poderá também propor alterações legislativas no enfrentamento às Arboviroses.

Segundo Luz, o propósito é mobilizar toda a sociedade para que, junto com a Administração Municipal, se consiga evitar um aumento na incidência dessas doenças. "No pior cenário traçado para Timóteo pelo Governo do Estado, podemos ter sete mil casos de Chikungunya, dos quais mais de quatro mil vão evoluir para complicações reumatológicas crônicas (acima de três meses de sintomas). Não podemos permitir que essas previsões se cumpram", conclui.


Fonte : PMT





VEJA TODOS COMENTÁRIOS


ATENÇÃO: Este comentário será moderado, podendo ser aprovado ou não. Evite palavras que posSAM comprometer sua imagem.

Nome:
Email:

Enviar