Depois de 10 anos, Prefeitura de Timóteo volta a ficar abaixo do limite prudencial com despesas de pessoal

Os dados foram apresentados na tarde desta terça-feira (28) durante audiência pública realizada na sede do Legislativo municipal e atende a Lei de Responsabilidade Fiscal
PMT
I028027.jpg
Audiência pública presta contas da PMT

A Prefeitura de Timóteo fechou o 2º quadrimestre de 2021 com um gasto de pessoal da ordem de 47,36% da Receita Corrente Líquida, bem abaixo do limite legal que é de 54%. Nos últimos 10 anos essa é a primeira vez que o Município consegue fixar o índice abaixo dos 50% com pessoal.  

O dado foi apresentado na tarde desta terça-feira (28) durante audiência pública realizada na sede do Legislativo municipal e atende a Lei 101, de 2000, também conhecida como Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). A apresentação ficou sob a responsabilidade da controladora Maria Lúcia de Oliveira.

O percentual de 47,36% foi obtido pelo esforço da administração municipal no controle responsável das despesas, pela melhoria das receitas e também por causa da plenagem da saúde. O percentual apresentado é o menor dos últimos 10 anos: 2011, 59,45%; 2012, 61,40%; 2013, 64,40%; 2014, 65,93%; 2015, 63,90; 2016, 60,77%; 2017, 53,73%; 2018, 56,96%; 2019, 59,60%; e 2020, 53,93%. 

Os números na área de saúde também foram positivos. O mínimo previsto para a aplicação na área é de 15%, mas foi investido até agosto de 2021, o percentual de 21,81% o que representa o montante de R$ 28.764.402,92.

Na área de Educação o mínimo a ser aplicado é de 25%, mas a Secretaria de Educação ficou abaixo desse percentual: 21,01%, que equivale a R$ 28.136.952,11. A expectativa é que até o final do exercício a pasta consiga ultrapassar o limite mínimo que deve é da ordem de R$ 33,4 milhões programados para este ano.

Sobre as receitas previstas para este ano e as já realizadas até o mês de agosto, o Município chegou a 78%. A controladora explicou que a elaboração do orçamento para este ano foi feita em uma base conservadora por causa da pandemia e de outras incertezas decorrentes da crise sanitária. Entretanto, a projeção é que a meta prevista para 2021 seja superada.


 

Fonte : PMT

Compartilhe:

VEJA TODOS COMENTÁRIOS


ATENÇÃO: Este comentário será moderado, podendo ser aprovado ou não. Evite palavras que possam comprometer sua imagem.