Prefeitura normatiza ocupação da Praça 1º de Maio e entorno; objetivo é liberar o espaço para o lazer das famílias

O projeto piloto, que pode ser levado para outras praças da cidade, funcionará em caráter experimental e temporário por 90 dia
PMT
I028215.jpg
Praça do Coreto iluminada com lâmpadas de LED

A partir do dia 25 de Novembro (Quinta-feira) a Praça 1º de Maio, também conhecida como Praça do Coreto e o seu entorno, passam a funcionar com um novo sistema de organização que tem por finalidade garantir a sua utilização pelas famílias e moradores da cidade.  

A partir dessa data as barraquinhas de alimentação, food truck´s, aluguel de brinquedos e carrinhos elétricos, bem como mesas e cadeiras, equipamentos de entretenimento e outros implementos, deverão estar posicionados na rua ao lado do Ginásio Poliesportivo Iorque Jose Martins, entre as Ruas Vinte e Cinco de Agosto e Vinte e Um de Abril. A reorganização da Praça 1º de Maio está normatizada pelo Decreto 5.509, de setembro deste ano.

Os dias e horários de funcionamento é o seguinte: quinta e sexta-feira, de 19h às 23h; sábado, de 14h às 23h; domingo e feriados, de 8h às 23h. O projeto piloto, que pode ser levado para outras praças da cidade, funcionará em caráter experimental e temporário por 90 dias, explica o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Hiler Félix.

Ele conta que a praça, que é um dos principais cartões postais da cidade, recebeu iluminação de LED e em breve vai ganhar um parquinho para as crianças. “A praça hoje possui um ambiente humanizado com a nova iluminação que valorizou em muito aquele espaço, por isso optamos por liberar totalmente a praça para ser ocupada pelas famílias. Com isso pensamos em reservar esse novo local para a praça de alimentação e entretenimento na via ao lado ginásio coberto”, pontuou Hiler, acrescentando que a definição dos horários levou em conta também a realização de cultos religiosos e as aulas no CMEI/EJA localizados no entorno.

Segundo o coordenador de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Ernani Bittencourt, alguns usuários chegaram a reclamar da ocupação da praça pelas barraquinhas e brinquedos, como pula-pula, escorregador e carrinhos elétricos, daí a necessidade de reorganizar o local. O projeto piloto vai contar inicialmente com nove concessionários que já atuam na praça.
 

Fonte : PMT

Compartilhe:

VEJA TODOS COMENTÁRIOS


ATENÇÃO: Este comentário será moderado, podendo ser aprovado ou não. Evite palavras que possam comprometer sua imagem.