Audiências públicas do Plano Diretor Participativo encerram nesta sexta-feira

Comunidade dos setes setores do município indicaram suas prioridades
PMT
I029869.jpg
Plano Diretor Participativo Setor 1 e 2

A Prefeitura de Timóteo encerra nesta sexta-feira (05) a série de cinco audiências públicas do Plano Diretor Participativo, que possibilitou as comunidades dos sete setores do município debaterem e apontarem as prioridades para que a cidade se torne melhor nos próximos dez anos. A consulta pública desta sexta-feira acontecerá às 19h, na Escola José Ferreira Maia, englobando os moradores da Regional 5 (Distrito de Cachoeira do Vale e bairros Santa Rita, Petrópolis e Bairro dos Vieiras).  As prioridades indicadas servirão de base para a revisão do Plano Diretor de 2004.

Na quinta-feira (04), a quarta audiência pública englobou os bairros Centro Sul, São José, Nossa Senhora das Graças, Ana Malaquias, Bela Vista, Ana Rita, Esplanada, Boa Vista e Santa Cecília (Setor 1) e os bairros Primavera e Jardim Primavera (Setor 2). Presente em todas as audiências, o prefeito de Timóteo, Douglas Willkys, elogiou a participação dos moradores no processo democrático de revisão. 

“O Plano Diretor viabiliza o crescimento ordenado. Como os recursos  são limitados, temos que estabelecer prioridades, tomando decisão sobre as ações que vão gerar impacto mais positivo em relação ao desenvolvimento da cidade. E, hoje, o plano está sendo democraticamente construído pela população e deverá ser respeitado pelos gestores”, salientou Douglas Willkys na quarta audiência pública. O encontro contou com a participação do secretariado municipal e de lideranças políticas e comunitárias.

O Plano Diretor é um instrumento de política urbana, social e econômica que visa definir parâmetros para que a cidade possa percorrer ao longo de dez anos. “O Plano Diretor Participativo tem o diferencial da participação popular. São os munícipes que ajudarão o Poder Público a definir os objetivos e metas do documento, que será transformado em legislação municipal”, explicou o secretário de Planejamento, Urbanismo e Meio Ambiente, Thales Castro. A estruturação do Plano Diretor Participativo está a cargo do Consórcio Ecotécnica/Detzel, vencedor do processo de licitação em 2019.
 

Fonte : PMT

Compartilhe:

VEJA TODOS COMENTÁRIOS


ATENÇÃO: Este comentário será moderado, podendo ser aprovado ou não. Evite palavras que possam comprometer sua imagem.