Audiência pública conclui etapa de discussões da revisão do Plano Diretor de Timóteo

Trabalho finalizado com mais de mil páginas de propostas e projetos de lei será entregue até o dia 16 de dezembro; previsão da Administração Municipal é encaminhar o Projeto de Lei para Câmara no início de 2023
PMT
I031157.jpg
Encerramento das discussões do Plano Diretor

A Prefeitura de Timóteo finalizou, na noite de quinta-feira (8/12), as consultas públicas para a revisão do Pano Diretor Participativo do Município.  Foi a terceira audiência pública conduzida pelo arquiteto Walter Gustavo Linzmayer, coordenador da equipe responsável pelo desenvolvimento dos trabalhos do Consórcio Ecotécnica/Detzel. A audiência foi realizada no auditório da Prefeitura e transmitida ao vivo pelo Youtube oficial da PMT.

A previsão do Consórcio é entregar todo o trabalho revisado até o dia 16 de dezembro. Em seguida o documento seguirá para a Procuradoria-Geral do Município que formatará o Projeto de Lei para enviar à Câmara de Vereadores.

O resultado final do levantamento resultou em nove minutas de projetos de lei. Ao todo, segundo explicou Walter Linzmayer, foram 45 eventos ao longo do processo, incluindo a audiência de ontem à noite, entre reuniões setoriais e virtuais com as equipes da Prefeitura, do Consórcio e do grupo de acompanhamento; audiências; consultas comunitárias e seminários. “Ao todo foram 11 documentos elaborados, cada um com cerca de 150 páginas, sendo que a revisão do Plano deve ter mais de mil páginas, sendo que cerca de 800 são referentes às leis propostas, com 545 contribuições recolhidas ao longo do processo”, reiterou o coordenador.

A revisão do Plano Diretor estabeleceu sete eixos para o plano de ação: promoção da qualidade ambiental; estruturação territorial; promoção da mobilidade sustentável; promoção da qualidade de vida e bem-estar social; desenvolvimento econômico; estruturação do turismo; fortalecimento institucional e reestruturação legislativa. 

O novo Plano propôs 244 ações para os próximos dez anos e prevê a criação do Conselho da Cidade formado por representantes do poder público e da sociedade civil organizada. De acordo com o secretário de Planejamento, Urbanismo e Meio Ambiente, Eduardo Henrique Pereira, a ideia é encaminhar as minutas do projeto de lei no início próximo ano para serem apreciadas pelos vereadores. 

“Gostaria de agradecer a toda equipe da Prefeitura e do Consórcio pelo excelente trabalho realizado. Infelizmente com a pandemia atrasamos um pouco o andamento dos trabalhos, mas o resultado final é um documento de excelência que vai orientar o desenvolvimento social e econômico de Timóteo”, pontuou Eduardo Henrique.

Todos os documentos, atas, mapas, relatórios, fotos de audiências e propostas de leis podem ser acessadas no site da Prefeitura de Timóteo em https://www.timoteo.mg.gov.br/69/plano-diretor.


 

Fonte : PMT

Compartilhe:

Galeria de Imagem