Chuva causa estragos em Timóteo e deixa 36 famílias desalojadas e 85 ocorrências registradas nas últimas 24 horas

Segundo a Defesa Civil de Timóteo entre sábado e a tarde deste domingo foi registrado um índice pluviométrico de 150 mm
Reprodução
I031188.jpg
Gabinete da crise foi instalado neste domingo

Com o agravamento da chuva que tem caído em Timóteo e em toda a região nas últimas 48 horas, a Administração Municipal mobilizou toda a sua estrutura para atender aos diversos chamados por meio da Defesa Civil. Equipes das Secretaria de Obras, da Assistência Social e demais setores da prefeitura estão de prontidão para atender a população. Na manhã dete domingo o prefeito Douglas Willkys se reuniu com representantes de várias secretarias e da Defesa Civil para alinhar as ações de apoio às famílias e inicar os serviços de limpeza em toda a cidade.

Segundo a Defesa Civil de Timóteo entre sábado e a tarde deste domingo foi registrado um índice pluviométrico de 150 mm. Até o momento foram atendidas 85 ocorrências com três equipes atuando em toda a cidade. Com a elevação do Rio Piracicaba algumas casas da Rua João Pedreiro, no Distrito de Cachoeira do Vale, tiveram que ser evacuadas. 

Até o momento 42 pessoas foram alojadas nas dependências da Escola Estadual José Ferreira Maia e 22 pessoas estão monitoradas no bairro Alegre. Segundo informações da Defesa Civil, três casas tiveram que ser interditadas por causa da queda de talude. Em toda a cidade foram contabilizados 25 pontos obstruídos por barreiras, sendo que no início da tarde deste domingo mais da metade desses locais já havia sido liberado pelas equipes da Secretaria de Obras.

O maior número de ocorrências foi registrado nos Bairros Ana Rita, Primavera, Alvorada, João  XXIII, Vale Verde, Ana Moura, Recanto Verde, Alegre, Petrópolis e Distrito de Cachoeira do Vale. Também foram verificados 12 pontos de alagamentos, a maioria no Bairro Petrópolis e no Ana Moura onde também foi constatado o desmoronamento parcial de duas residências, sem deixar feridos.

A Defesa Civil reforçou para as famílias que vivem em áreas de risco a redobrar a atenção ou procurar abrigo na casa de familiares. Em caso de emergência a população deve acionar o 193 ou o celular 9.9499-2694.
 

Fonte : PMT

Compartilhe:

Galeria de Imagem